segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Português surpreende e fatura Corrida dos Campeões

Filipe Albuquerque derrota Vettel e Loeb para ficar com o título

A festa estava preparada para os principais nomes do automobilismo mundial na Corrida dos Campeões. Mas uma zebra atropelou todos eles para ganhar um título de prestígio. O português Filipe Albuquerque, de 25 anos de idade e piloto do obscuro Campeonato Italiano de GT, surpreendeu ao superar o heptacampeão mundial de rali Sébastien Loeb na final em Düsseldorf. Ele se classificou para o evento após prevalecer numa eliminatória para pilotos ibéricos.

- Tive a minha chance e aproveitei. Eles tinham mais a perder, mas eu também tinha a pressão de vir aqui, enfrentar grandes nomes e mostrar que também posso fazer um bom trabalho - afirmou Albuquerque.

Loeb, que já havia vencido o evento em três ocasiões, demonstrou grandeza na derrota:

- Filipe está de parabéns. Eu não fiz nenhum grande erro nas finais, mas ele estava simplesmente voando.
Albuquerque calou o Esprit Arena na semifinal ao derrotar o ídolo local e campeão da Fórmula 1 Sebastian Vettel na semifinal, numa disputa apertada.

- Foi difícil, assim como as outras fases. Com pilotos assim e nessas condições, sempre terminamos muito perto uns dos outros. E acho que tive sorte de não pegar o (Andy) Priaulx, que estava muito rápido aqui também - afirmou o português, referindo-se ao inglês que acabou derrotado por Loeb na outra semifinal.

O outro alemão da disputa, Michael Schumacher, acabou derrotado por Vettel num duelo caseiro nas quartas-de-final.

- O clima no estádio foi fantástico, especialmente quando ganhamos ontem. Depois eu aproveitei para comemorar à noite e cheguei aqui um pouco cansado - justificou.

O vencedor Albuquerque não perdoou:

- Se isso realmente afetou a performance dele, é um piloto com experiência o suficiente para saber que não se deve ir a uma festa antes de uma corrida.

O evento também foi marcado por uma batida forte de Heikki Kovalainen com um Audi R8 LMS na primeira prova do dia. O piloto chegou a perder a consciência por alguns segundos, mas saiu do carro andando normalmente. Ele fez exames de rotina num hospital e desistiu do resto da competição. Os resultados dos testes não apontaram nada de anormal.(Lancenet)

Um comentário:

Consultora Educacional disse...

Gosto muito dos artigos do seu Blog. Quando for possível dá uma passadinha para ver nosso Curso de Tecnico em Informatica. Daienne